Terminal Pesqueiro traz diretor do Ministério da Pesca a Campos

O projeto de elaboração e implantação do primeiro terminal pesqueiro público do Estado do Rio de Janeiro foi o principal assunto do encontro do diretor de infraestrutura e logística do Ministério da Pesca e Aquicultura, Jorge Francisco da Silva Júnior com a Prefeita Rosinha Garotinho na tarde desta terça-feira (19). Em visita técnica ao município desde segunda-feira (18), o representante federal sinalizou positivamente para o estudo conjunto voltado à construção do empreendimento na região do Farol de São Tomé.
terminal pesqueiro
— Vamos criar um comitê gestor de modo a iniciar um projeto a quatro mãos, visando apresentarmos ao Ministério da Pesca e Aquicultura um documento que se enquadre em suas exigências, obedecendo ao padrão proposto pelo órgão federal. No primeiro momento, vamos iniciar o estudo de uma área para a construção do terminal e, quando definido o espaço, desapropriá-lo e criar o projeto com base nele – adiantou a prefeita.

Para Jorge Francisco, é grande a possibilidade de instalação de um grande empreendimento na região, tendo em vista, segundo ele, o potencial, principalmente, na geração de pescado, por sua vez, o camarão. De acordo com o diretor de infraestrutura e logística, as atividades de pesca e aquicultura no Brasil é latente e a região litorânea do Norte  Fluminense tem grande potencial nessas atividades, favorecendo a implantação de um terminal pesqueiro público. No Estado do Rio, conforme lembrou, existe apenas um Centro Integrado de Pesca Artesanal, instalado em São Gonçalo.

— O terminal pesqueiro aparece como um empreendimento para guardar, preservar e distribuir essa riqueza. Além disso, fomenta capacitações, desenvolve atividades e executa muitos outros projetos para o desenvolvimento. No terminal, será possível beneficiar e comercializar pescado conforme o decreto-lei 5231/2004, único a tratar especificamente de terminal pesqueiro.

A visita do representante do Ministério da Pesca e Aquicultura foi resultado da audiência realizada em Brasília, no dia 28 de janeiro deste ano, quando a prefeita e secretários foram recebidos pelo Ministro da Pesca, Marcelo Crivella. No encontro, Rosinha Garotinho havia destacado a importância de dotar o Farol de São Tomé de um moderno terminal, para valorizar a atividade pesqueira. A reunião em Brasília também serviu para discutir linhas de crédito para financiar projetos produtivos, individuais e coletivos, tanto para pesca quanto para a aquicultura.

Grupo entra em conflito com PMs durante operação no Novo Jockey 5 presos

Casal envolvido com o tráfico de drogas incitou moradores a tirar menor da viatura policial. PM enviou reforço ao bairro e prendeu cinco

Policia em Ação

A Polícia Militar prendeu cinco pessoas na tarde desta terça-feira(19/02) envolvidas com tráfico de drogas e roubo de motos em Campos. A ação se deu na Rua 2 do bairro Novo Jockey. Policiais do Grupamento de Ações Táticas (GAT I), Sargentos Soares, Lenilson, Rodrigues e Cabo Hugo André, em apoio a outra equipe da PM, deram voz de prisão a um dos gerentes do tráfico de drogas no bairro e sua companheira. Segundo os PMs, depois que um menor foi preso com drogas, o casal incitou um grupo de cerca de 50 moradores a tirar o menor da viatura policial. A situação foi controlada após a chegada de equipes da Polícia Militar

Carlos Henrique, o “Pepé”, de 20 anos, e Luciana Pessanha, de 32 anos, foram presos quando tentavam impedir que o menor fosse levado para a 134ª Delegacia Legal do Centro.

Posteriormente, os militares receberam informações que dois homens estavam com uma moto roubada numa casa do Novo Jockey. Eles foram ao local e flagraram Deivid Viana Azevedo, de 21 anos, e o menor R., de 16 anos, com uma moto Honda Titan-125, vermelha. Eles confessaram que roubaram a moto durante um assalto no dia 03 de janeiro no Parque Aurora.

A ocorrência está sendo registrada na 134ª Delegacia Legal do Centro.

Daniela Melo

Fotos da modelo  Daniela Melo

Daniela Melo – A loiraça da foto é a protagonista do novo ensaio do Bella da Semana. Daniela Melo tem 24 anos, curte um bom vinho, prefere filmes românticos e diz que sexo tem que ter criatividade. Ela é fã de bom humor, sinceridade e inteligência, e dispensa pessoas medíocres e sem personalidade própria. E, é claro, a Dani não dispensa preliminares… Aqui, no entanto, nós vamos direto ao ponto. Clique agora para ver as fotos!

Data e local de nascimento:11/06/1987, em Balneário Camboriú (SC).
Cidade onde mora: Bombinhas (SC).

Medidas
Altura:1,59m
Quadril: 94cm
Cintura: 65cm
Busto: 93cm
Pés: 34.

Que outros trabalhos você fez como modelo?
Fui a Coelhinha da Playboy no mês de março de 2010.

Quando você iniciou a carreira?
Em 2009, quando fui convidada pelo Walmor de Oliveira a fotografar para a Coelhinhas.

O que você faz quando não tem ninguém olhando?
Arrumo o decote!

Já beijou outra mulher? Não.

Beijaria? Não.

Pratica algum esporte?
Não, mas pretendo começar a praticar algo logo.

O que te desanima na cama?
A falta de preliminares. Acho fundamental esse carinho antes do sexo.

Algo que você ama:
amo Deus e minha família acima de tudo. Também amo bom humor, sinceridade e inteligência.

Algo que você odeia:
odeio pessoas medíocres, sem personalidade própria e sem opinião.

Você chega junto? Depende do gato… (risos)

Em que tipo de situação você se sente mais sexy?
Quando mantenho o passo e não caio do salto, mesmo sabendo que todos os olhos estão em mim (dos homens e das mulheres) 😉

Me chama que eu vou: praia, balada, barzinho…

Eu nunca: nunca faria algo que eu realmente não quisesse fazer.

Para você, sexo é:
Criatividade! Está acima do trivial. É se entregar sem limites.

Uma loucura: Hummm… segredo! (risos)

Você lembra do seu primeiro beijo?
Sim, foi engraçado… (risos)

Comida: massas.

Bebida: vinho.

Música: para cada momento existe uma.

Filme:
tenho preferência por filmes de comédia, romance e ação.

Cor: preto.

Roupas:
que valorizam meu corpo e me deixam sexy sem parecer vulgar.

Como você dorme? Confortável. Baby doll, camisolinha…

Uma conquista importante: minha independência.

Um objetivo: ser bem sucedida em tudo o que faço.

Uma mensagem aos fãs do Bella da Semana:
viva cada momento como se fosse o último da sua vida. Espero que gostem do ensaio como eu gostei. Beijos!

fonte: http://www.belladasemana.com.br

Emut fiscaliza o transporte alternativo com frequência

O trabalho de fiscalização do transporte alternativo nas ruas de Campos vem sendo realizado pela de fiscais da Empresa Municipal de Transporte (Emut) que, diariamente, circulam pelos locais de maior movimentação, coibindo as irregularidades que, por ventura, venham a acontecer no dia a dia.
Emut fiscaliza o transporte alternativo
O trabalho dos fiscais foi intensificado nos últimos meses, com a convocação dos novos fiscais, que receberam o treinamento adequado e que já estão trabalhando normalmente nas ruas de Campos. Uma nova turma de fiscais vem recebendo o treinamento necessário para que possa ser inserida no trabalho diário.

Segundo o coordenador de fiscalização e transporte da Empresa Municipal de Transporte (Emut), Miroveu Brum, a fiscalização do transporte alternativo de Campos é realizado diariamente. “Nossas equipes estão espalhadas pela cidade, em locais estratégicos onde as vans circulam. No entanto, a própria população pode denunciar irregularidades que estejam sendo cometidas, através do Email – emut@campos.rj.gov.br, pelos telefones (22) 2733-3748, (22) 2724-3700 e 0800-282.2334 ou mesmo na sede da empresa, na Rua Barão da Lagoa Dourada – 197 – Centro (em frente ao Jardim do Liceu)” – disse.

O trabalho é realizado pelos corredores do transporte coletivo e, além das vans que estejam trabalhando de maneira irregular, os fiscais trabalham ainda na busca de carros de passeio e táxis de outros municípios, que estejam fazendo o transporte de passageiros sem a devida permissão oficial.

A apreensão de carros irregulares pelos fiscais da Emut segue uma determinação do presidente Álvaro Oliveira, que desde que assumiu o cargo, vem combatendo este tipo de transporte irregular e trabalha com o intuito de garantir um transporte melhor para os usuários de Campos.

Tai chi chuan melhora a qualidade de vida dos idosos

Está comprovado cientificamente que a prática regular do tai chi chuan proporciona vários benefícios, como o fortalecimento muscular e das articulações e a melhora da capacidade respiratória e cardiovascular. A informação é do professor do Clube da Terceira Idade, Paulo Roberto Cordeiro.  Os alunos têm idade entre 60 e 74 anos.
Tai chi chuan
– Além dos benefícios físicos, o tai chi chuan trabalha muito o estado emocional, melhorando a síndrome do pânico, a depressão e o estresse.  A arte milenar chinesa visa trazer a harmonia do ser humano como um todo: aumenta a concentração, melhora a memória, a capacidade de locomoção e o equilíbrio. Por ser uma atividade de baixo impacto, é apropriada para os idosos – ressalta Paulo.

As aulas acontecem as terças e quintas-feiras, das 9h às 10h. “Temos um aluno que teve um acidente vascular cerebral (AVC). Quando ele chegou aqui, estava começando a ter mobilidade, com muleta. Hoje, ele está voltando a dançar, começando e se integrar. Está com a autoestima maior e com mais disposição para as atividades físicas e intelectuais”, conta o professor.

A pensionista Josefa da Silva Paes, 62 anos, está na aula de tai chi chuan há seis meses e destaca os benefícios. “O tai chi chuan mudou a minha vida para melhor. Eu não aguentava abaixar, não conseguia subir escada e dançar. Hoje eu subo e desço cinco andares. Tenho arritmia cardíaca, fiz os exames em dezembro e está tudo bem. O tai chi chuan trabalha o emocional, a gente faz amizades, é muito bom”, afirma.

2º Festival de Sorvetes lotou Tenda Mix

O 2º Festival de Sorvete foi uma das atrações do último final de semana do Verão da Família 2013, no Farol de São Tome. Crianças e adultos se deliciaram a valer com os diferentes sabores oferecidos nos cinco stands no sábado (16) e domingo (17). Para garantir a entrada era necessário levar 1 quilo de alimento – feijão, arroz, macarrão, açúcar ou óleo.
2 festival de sorvete farol
A prefeita Rosinha Garotinho e o Secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico e Petróleo, Marcelo Neves, participaram do evento. O calor contribuiu para o sucesso do Festival realizado na Tenda Mix, que atraiu, principalmente, crianças e idosos. De acordo com a diretora de Turismo da secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ana Nery Alvarenga, foram arrecadados nos dois dias em torno de 3 mil quilos de alimentos.

– Pela participação do público, foi um sucesso dentro do que nós esperávamos. O calor também trouxe muita gente – destacou ela. O Festival de Sorvetes atraiu em torno de 8 mil pessoas, uma média de 4 mil em cada dia. O evento  tem cunho social, pois os alimentos arrecadados são revertidos às entidades assistenciais.

Niege Menegat

Fotos da modelo  Niege Menegat
Niege Menegat – Beleza rara no Bella da Semana! Quem olha para este rostinho encantador não diz que Niege Menegat, é mais diabinha do que anjinha. Aos 24 anos, a loira de olhos azuis sabe como provocar até o mais fiel dos homens. Para começar, quando está sozinha em casa ela curte dançar. Agora vem a parte boa: peladinha! A gaúcha de Passo Fundo se excita com sacanagens sussurradas no ouvido e acha divertido receber cantadas de outras mulheres.

Data e local de nascimento: 04 de junho de 1988, em Passo Fundo (RS).
Cidade onde mora: Balneário Camboriú  (SC).
Signo: Gêmeos.

Medidas
Altura: 1,56m.
Quadril: 88,5cm.
Cintura: 65cm.
Busto: 89cm.
Pés: 35/36.

Seu nome é lindo e bem eclético. Tem uma história por trás disso? Quando estava grávida de mim minha mãe viu no jornal uma tenista de Florianópolis (SC) com esse nome e gostou. Em francês significa ´neve´.

Sonho de consumo: vagar pelo mundo, sem rumo, sem compromissos, sem data de volta.

Maior loucura que já fez na vida: tinha uma vida estável, trabalho, namorado. Tive que começar do zero quando decidi viver no lugar que mais amo, o litoral. Mas todos os dias faço pequenas loucuras.

Qual é a sensação de ser muito, mas muito gostosa? Não me vejo dessa forma.

Em três palavras, como você se definiria? Autêntica, geniosa e transparente.

Tem alguma mania? Sim! Se estiver em casa, estou dançando… peladinha! (risos)

Estuda? Faço faculdade de Administração de Empresas – com ênfase em RH.

Alguma mulher já deu em cima de você? Sim, muitas. Achei divertido. Você jamais vai escutar uma cantada vulgar de mulher para mulher.

Como foi o seu primeiro beijo? Foi doce e inocente 🙂

Já realizou uma fantasia erótica de algum homem? Já realizei uma fantasia MINHA! Consequentemente a de mais alguém, mas é segredo!

Qual é a melhor forma de enlouquecer um homem na cama? Cada pessoa é particularmente única. Assim como seus gostos, vontades e desejos. Acredito que o que enlouquece um não enlouquece necessariamente o outro. Sendo assim, qual a melhor forma de enlouquecer vocês na cama?

O que a excita? Aquele olhar de desejo. E falar sacanagem, muita sacanagem! (risos)

Se a sua calcinha falasse, o que ela diria agora? Substitua-me por um biquíni, já!

Em que lugar você gostaria de fazer amor? Em todos! Quanto mais inusitado, melhor.

Qual é a parte mais gostosa do seu corpo? Sou tão pequenina e magrinha… Não me considero gostosa em nenhuma parte do corpo. Prefiro meu rosto.

Já tinha feito algum ensaio sensual antes? O Bella com certeza foi o ensaio mais sensual que já fiz.

Como foi fotografar para o Bella da Semana? Foi uma delícia! Muito divertido, me senti super à vontade. A equipe é incrível.

Panicats devem ser demitidas

Assistentes de palco não participaram da estreia da temporada 2013 do programa ‘Pânico’. Motivo seria falta de carisma.

As panicats Thais Bianca, Carol Narizinho e Babi Rossi (Foto: Instagram / Reprodução) Thais, Carol Narizinho e Babi: dias contados

Parece que a participação de Babi Rossi, Renata Molinaro, Carol Belli, Carol Narizinho e Thaís Bianca no programa “Pânico” está com os dias contados. Desde o início do ano, rumores davam conta de que as assistentes de palco seriam afastadas, mas o boato ganhou consistência depois da estreia da temporada 2013, no domingo, 17, sem a participação de nenhuma das assistentes.

De acordo com uma fonte do EGO, as panicats devem mesmo ser dispensadas, e o motivo seria a falta de carisma das moças. A produção acha que elas não renderam o que poderiam, e que já está na hora de mudar o time. Ainda segundo a fonte, a produção do Pânico deve fazer mistério sobre a dispensa e repetir o mesmo processo da saída de Nicole Bahls e Juju Salimeni. Procurada, a produção do “Pânico” não foi encontrada para comentar o caso.

Já entre as panicats, o clima é de apreensão. “Não estou sabendo de nada. Estamos esperando. A única coisa que a produção do programa nos informou é que não era para ir no domingo (17). Estou torcendo pelo melhor”, disse ao EGO Renata Molinaro.

A assessoria de Babi Rossi também confirma a falta de informações, mas acredita que a panicat continue na atração por ter seu romance com o Olin Batista, filho do empresário Eike Batista e da ex-modelo Luma de Oliveira, transformado em novelinha pelo programa.

“Não nos disseram nada. Estamos aguardando, mas acredito que a Babi continue no elenco por causa da novelinha que fizeram baseada no romance dela. Não sei o que vai acontecer, mas estamos tranquilos”, informou a assessoria da panicat.

A assessoria de Carol Narizinho também afirmou que a única informação recebida foi a de que não era para a a panicat se apresentar para gravar o programa: “Não recebemos nenhum contato. A produção não falou nada. Não sabemos o que está acontecendo”.

Fonte: http://ego.globo.com

TST decide que grávida sob aviso prévio tem direito a estabilidade

Tribunal não determinou reintegração ao trabalho, mas garantiu indenização.
Cabe recurso à decisão; rescisão não pode ocorrer até 5 meses após parto.

gravida

A Terceira Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) decidiu que mulheres que engravidarem durante o aviso prévio têm direito à estabilidade até o quinto mês após o parto. A estabilidade já é um direito para gestantes em contrato regular de trabalho e, com a decisão, vale também para quem cumpre aviso prévio, ou seja, quem já foi demitido ou pediu demissão.

A decisão foi tomada no último dia 6 de fevereiro, por unanimidade, e publicada na última sexta-feira (15). Ainda cabe recurso.

O caso analisado foi o de uma enfermeira de São Paulo que pediu reintegração ao trabalho após rescisão durante gravidez. No caso, o tribunal não reintegrou a mulher ao trabalho, mas concedeu à gestante o direito ao pagamento dos salários e da indenização referentes ao período entre a data em que ela foi despedida e os cinco meses posteriores ao nascimento da criança.

Pela legislação brasileira, a gravidez garante estabilidade da empregada grávida até o quinto mês após o parto. No entanto, as instâncias inferiores ao TST entenderam que aviso prévio não integra o tempo de serviço contratual. Antes de entrar com recurso do TST, a mulher tinha tido o pedido de reintegração ao trabalho e indenização negado na 38ª Vara do Trabalho de São Paulo e no Tribunal Regional do Trabalho.

A decisão do TST não é nova, pois já existe orientação jurisprudencial na Corte prevendo que a data de saída a ser anotada na carteira de trabalho deve corresponder ao término do prazo do aviso prévio. Para o relator do processo na Terceira Turma, ministro Maurício Godinho Delgado, o próprio tribunal regional admitiu que a gravidez ocorreu no período de aviso prévio indenizado.

“Incontroverso, portanto, que a concepção ocorreu durante o aviso-prévio indenizado, ou seja, antes da despedida, configurada está a estabilidade provisória,” destacou o ministro em seu voto.

 

Fonte: http://glo.bo/XZ8IOp

Cientistas brasileiros exumam restos mortais de D. Pedro I e suas mulheres

Foi a primeira vez que o corpo do imperador do Brasil passou por análise.
Arqueóloga disse que exames foram feitos em hospital paulistano em 2012.

Tomografia de D. Pedro I, após processo de "decapagem". (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)
Tomografia dos restos de
D. Pedro I (Foto: Divulgação/
Valter Diogo Muniz)

Cientistas brasileiros exumaram pela primeira vez para pesquisa os restos mortais de D. Pedro I, o primeiro imperador brasileiro, além de suas duas mulheres, as imperatrizes Dona Leopoldina e Dona Amélia.

A exumação fez parte do trabalho de mestrado da arqueóloga e historiadora Valdirene do Carmo Ambiel, que defendeu nesta segunda-feira (18) sua dissertação no Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP).

De acordo com Valdirene, os exames foram realizados em 2012 – entre fevereiro e setembro. Ela afirma que obteve em 2010 autorização de descendentes da família real brasileira para exumar os restos mortais. No entanto, negociações para que isto ocorresse iniciaram anos antes. “De forma oficial, esse trabalho começou a acontecer em 2010, mas ele se iniciou mesmo há oito anos”, explicou Valdirene ao G1.

Os exames foram realizados no Hospital das Clínicas de São Paulo e contaram com a ajuda de especialistas da Faculdade de Medicina da USP.

Transporte feito de madrugada
Segundo informações do site do jornal “O Estado de S. Paulo”, um esquema de segurança foi montado para transportar as urnas funerárias de madrugada desde a cripta imperial, no Parque da Independência, no bairro do Ipiranga, até o local dos exames, em Cerqueira César, onde, sob sigilo, os esqueletos foram submetidos a ultrassonografias e tomografias.

O site do jornal informa ainda que as análises revelaram que D. Pedro I fraturou ao longo de sua vida quatro costelas do lado esquerdo, consequência de dois acidentes — uma queda de cavalo e quebra de carruagem. Isso teria prejudicado um de seus pulmões e, consequentemente, agravado uma tuberculose que causou sua morte aos 36 anos, em 1834. Ele media entre 1,66 m e 1,73 m e foi enterrado com roupas de general.

Exumação de D. Pedro I (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)Exumação de D. Pedro I (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)

O “Estado” informa aponta que a exumação dos restos mortais de Dona Leopoldina contradiz a história de que a então imperatriz do Brasil teria fraturado o fêmur após Dom Pedro I tê-la empurrado de uma escada do palácio Quinta da Boa Vista, então residência da família real, localizada no Rio de Janeiro. No exame, não foram encontradas fraturas.

Restos de D. Leopoldina (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)Restos de D. Leopoldina (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)

Imperatriz mumificada

Dona Amelia surpreendeu por estar mumificada (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)Dona Amelia surpreendeu por estar mumificada (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)

No caso da segunda mulher do primeiro imperador do país, Dona Amélia, segundo noticia o “Estado”, os cientistas se surpreenderam ao ver que a imperatriz foi mumificada e tinha partes do seu corpo preservados, como cabelos, unhas e cílios. Um crucifixo de madeira e metal foi enterrado com ela.

Relevância
De acordo com Astolfo Gomes de Mello de Araújo, professor de Arqueologia do MAE/USP e um dos orientadores do trabalho de Valdirene, a exumação dos corpos de parte da família real brasileira é importante para entender melhor o período imperial que o país viveu, que, segundo ele, é tratado com relativamente pouca relevância.

“O Brasil, de uma maneira geral, tem uma memória histórica curta (…) O trabalho mostrou que havia ali dados importantes, além de derrubar a dúvida de que ali pudessem não estar enterrados os restos mortais”, disse Araújo, referindo-se ao Monumento da Independência, cripta imperial localizada em São Paulo, onde estão as urnas funerárias.

Detalhe das mãos de D. Amélia segurando um crucifixo (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)Detalhe das mãos de D. Amélia segurando um crucifixo (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)

Ele disse que medalhas e comendas que foram enterradas com D. Pedro I foram recuperadas durante a análise das urnas funerárias. Segundo o professor, esses materiais passam por restauração e estão atualmente em posse do Departamento do Patrimônio Histórico da Prefeitura de São Paulo. “Esse material foi recolhido e deve ser exposto”, explica.

O orientador ressaltou ainda a importância da obtenção das autorizações para a exumação, tanto de integrantes da família real brasileira, quanto do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

“Que isto sirva de exemplo até para outros países, onde há cada vez mais tabu em relação ao estudo de restos humanos (…) As pessoas acham que os restos mortais não podem ser manipulados. Isso é um retrocesso total, porque ali há informações importantes. Os restos humanos são tratados com respeito”, disse.

D. Leopoldina passa por tomografia (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)D. Leopoldina passa por tomografia (Foto: Divulgação/Valter Diogo Muniz)