Briga de facões termina com 4 baleados, 6 presos e 4 armas apreendidas

Postado em

Goitacazes-4-baleados-6-presos-e-4-armas-apreendidas.jpgUma operação da Polícia Militar foi deflagrada neste sábado depois que quatro homens foram baleados na Baixada Campista

GEDSC DIGITAL CAMERA

 Quatro homens foram baleados, outros seis foram presos e quatro armas foram apreendidas depois de um confronto entre facções rivais que dominam o tráfico de drogas no distrito de Goitacazes, na Baixada Campista. O caso ocorreu na tarde deste sábado(23/02). Depois de balear três homens em Goitacazes e um em Tócos, um grupo de sete homens se dispersou e tentou fugir em três veículos. Apesar disso, a Polícia Militar realizou um trabalho perfeito de cercos e buscas, localizou todos os envolvidos no caso e ainda apreendeu quatro revólveres, duas motos e uma Parati.

O encontro das facções rivais ocorreu no bairro Linha do Limão em Goitacazes por volta das 15h deste sábado. Os integrantes das  facções são moradores dos Parques Saraiva e Coxi. Eles trocaram ofensas e iniciaram uma briga. Durante o confronto, três foram baleados: Demétrio Santos Silva, de 22 anos, Claudinei Silva, de 24 anos, e outro homem ainda sem identificação. Em seguida, o mesmo grupo seguiu para a localidade de Tócos, também na Baixada Campista, onde baleou mais um homem.

A Central 190 do 8º BPM foi avisada sobre os quatro baleados e mobilizou oito equipes. Os dois primeiros envolvidos, que tinham fugido para Campos na moto Honda placa LOU-8600 foram localizados no Posto Contorno, na BR-101(Estrada do Contorno), no Parque Rodoviário, em Campos(fotos nesta reportagem). Quando foram abordados pela PM no Posto Contorno, os acusados Juan Santos Moreira, de 18 anos, e Edino Gomes de 23 anos, conseguiram jogar a arma num matagal. PMs ainda entraram no matagal, mas não conseguiram encontrar a arma.

A Polícia Militar dividiu as equipes e conseguiu localizar mais dois envolvidos no caso em outra moto. Num primeiro momento, a dupla conseguiu passar pelo cerco no Posto Contorno,onde os comparsas foram presos.  A dupla foi perseguida e presa na Avenida Alberto Torres, próximo a Fafic, no Parque Leopoldina. Policiais do Setor Charlie, Sargento Araújo e Cabo Almeida, e do Setor  Bravo II, Sargento Fernandes e Sd Nascimento, deram voz de prisão a Paulo Marcos Santos Ferreira, de 32 anos, e o menor J.P., de 16 anos. Com eles, foram apreendidos dois revólveres calibre 38.

Posteriormente, policiais localizaram em Goitacazes mais dois envolvidos no caso. Eles estavam em uma Parati que dava cobertura aos quatro comparsas que estavam em duas motos e foram presos em Campos. No interior da Parati, foram encontrados mais dois revólveres.

Os baleados foram levados para o Hospital Ferreira Machado. Um encontra-se em estado mais grave, enquanto os presos, as armas e os veículos apreendidos foram encaminhados para a 134ª Delegacia Legal do Centro.