Miscelânea Cultural” By Marcelo Sampaio

Editorial

Desde o dia 23 de dezembro não atualizo este meu espaço aqui no jornal O Campista. Decidi que ficaria os meses de janeiro e fevereiro meio que de férias desta minha atividade da qual gosto tanto.
No entanto março chegou e prometo voltar a publicar uma nova edição a cada domingo; pois ainda este mês o verão vai acabar e começará o outono, estação que é uma espécie de preparação para o inverno.

Apresentação10

Ainda indefinida

Mesmo faltando menos de dois meses para os desfiles carnavalescos de Campos, ainda não foi divulgada a relação final dos blocos e escolas de samba que desfilarão este ano. A dúvida é porque o poder público municipal já permitiu que algumas agremiações que conseguiram prestar contas das verbas recebidas em 2012 após o prazo desfilem. Agora as que se regularizaram depois destas também querem o direito de desfilar…

Bem bacana

Quem quiser uma excelente opção tanto gastronômica como musical é só aparecer qualquer domingo desses no recém-inaugurado restaurante Cais do Porto. A partir das 13:30 horas Júlio Motta brinda com sambas de raiz os frequentadores daquele belo espaço à margem do Rio Paraíba do Sul na praia de Atafona.

“Sampaianas”

# O professor de Espanhol e ator João Vicente Alvarenga acaba de assumir a presidência da Fundação Teatro Municipal Trianon. A coluna “Miscelânea Cultural” deseja-lhe muito sucesso nesta nova empreitada!
# Dia ensolarado desses o Chicão de Assis brincava com seu filho nas areias e no mar da praia de Chapéu do Sol. Foi uma interação bem legal de ser vista…

 

Frase da semana, quer dizer, de H. L. Mencken:

“Imoralidade é a moralidade daqueles que estão se divertindo mais do que nós”.

DIGITAL CAMERA

A gata Mariáh Otal é uma das mais bonitas passistas da Escola de Samba Congos de São João da Barra.

DIGITAL CAMERA
Yoná Alves, ainda pela manhã, ao lado de um dos belos carros alegóricos do Salgueiro na Avenida Presidente Vargas no Rio de Janeiro.

Anúncios

Assalto no Capão e homem baleado por PM

Ocorrências policiais registradas nas últimas horas nas delegacias de Campos

Policia em Ação

Dois homens e uma mulher armados roubaram R$ 3 mil em dinheiro de um estabelecimento comercial localizado na Rua João Maria, no bairro do Capão, em Campos. O assalto ocorreu no final da noite de sábado(02/03), quando o proprietário fechava o estabelecimento.

Segundo a PM, os autores do assalto fugiram num Focus preto. O caso foi registrado na 134ª Delegacia Legal do Centro.

Homem reage a prisão e acaba baleado por policial

Um homem resistiu a prisão e foi baleado por um policial durante uma abordagem no bairro da Penha. Segundo a PM, na noite deste sábado (02/03), na Rua Manoel Gomes da Silva, na Penha, os acusados C., 29 anos, e N., 35 anos, foram perseguidos em uma moto e jogaram duas pedras de crack em um terreno.

Ocorre que, um dos detidos, C., correu e acabou sendo atingido na perna por um tiro desferido por um dos policiais responsáveis pela ação.  O homem foi levado para o Hospital Ferreira Machado(HFM). O caso foi registrado na 134ª Delegacia Legal do Centro.

Homem é assassinado na frente do filho no Parque Aeroporto

O assassino voltou ao local do crime e foi reconhecido pelo filho da vítima

Homicídio-0303

 

Um homem foi morto a tiros na frente do seu filho, na tarde deste domingo, por volta das 14h30, na Avenida Carmem Carneiro, no Parque Aeroporto, em Guarus. Gilliard Pinho Velasco que tinha 30 anos, estava conversando com o filho, de 12 anos, quando o assassino se aproximou e pediu para o menino se afastar.

Segundo a Polícia, o autor do crime, um homem que estava numa Honda Biz vermelha, atirou cinco vezes à queima-roupa.

O assassinato teria voltado ao local do crime em companhia de um comparsa.

Um dos policiais que investigam o caso revelou que a moto do assassino apresentou defeito durante a fuga na altura no KM 14 da rodovia Campos Vitória, próximo a Travessão.

Neste momento, um comparsa o colocou em outro veículo e os dois voltaram ao local do crime. O filho da vítima reconheceu o assassino e avisou à Polícia.

Dois suspeitos já foram detidos por policiais militares para averiguações

 

Rio de Janeiro ganha Museu de Arte no dia de seu 448° aniversário

Ao lado da presidenta Dilma Rousseff, o governador anunciou doação de acervo do Banerj ao MAR

 

Primeira entrega do amplo projeto de revitalização da Região Portuária, o MAR – Museu de Arte do Rio, foi inaugurado, na Praça Mauá, nesta sexta-feira (1/3). O presente especial, dado a cariocas e fluminenses, marcou o aniversário da Cidade Maravilhosa, que completou 448 anos. A construção do MAR recebeu recursos no valor de R$ 79,5 milhões, sendo R$ 65,5 milhões dentro do projeto Porto Maravilha e o restante, R$ 14 milhões, por meio do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac). O museu tem a Vale e as Organizações Globo como patrocinadoras e o apoio do Governo do Estado e do Ministério da Cultura, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura.

 

Durante a cerimônia de inauguração, que contou com a presença da presidenta Dilma Rousseff, o governador Sérgio Cabral anunciou a doação da coleção Banerj, antigo Banco do Estado do Rio de Janeiro, ao Museu de Arte do Rio.
– Quero, neste momento, oficializar ao prefeito Eduardo Paes a doação, à cidade do Rio de Janeiro, da coleção Banerj a este museu de arte. Poucas vezes uma cidade celebrou seu aniversário como nós estamos comemorando esses 448 anos. Esta é uma marca da renovação da cidade. O Rio merecia um museu desta dimensão – afirmou o governador.

Para a presidenta Dilma Rousseff – que ao final do discurso pediu que a plateia cantasse a canção ‘Parabéns para você’ em homenagem à cidade – a construção do MAR representa o avanço do Brasil por ser, a obra, fruto da parceria entre governos e a iniciativa privada.

– Quero cumprimentar a todos os cariocas e a todos que vieram aqui para esta comemoração pelo momento muito especial. Visitantes brasileiros e estrangeiros poderão ter um lugar para conhecer nossa história artística, a nossa alma. Esta é uma importante parceria que mostra o avanço do Brasil porque há a união dos governos e empresários. Parabéns para vocês e para nós – disse Dilma Rousseff.

Primeiro a falar, o prefeito Eduardo Paes agradeceu à Fundação Roberto Marinho pelo investimento que tem feito em benefício da cidade do Rio de Janeiro, destacando que o equipamento administrado pela prefeitura simboliza o renascimento de uma região antes totalmente degradada.

– Quero agradecer ao time da Fundação Roberto Marinho, que conseguiu presentear a cidade do Rio com três museus, o de arte do Rio, o da Imagem e do Som, e o do Amanhã. Quando o Rio de Janeiro finalmente volta o olhar para esta região, isso é um sinal de vitalidade, de rejuvenescimento e de renascimento desta cidade. Este aqui é só o primeiro símbolo de uma transformação que está na alma do carioca e é fruto do talento do nosso povo, da criatividade da nossa gente, da parceria dos governantes, da parceria da sociedade civil – ressaltou Paes.

O complexo cultural é composto por dois prédios: o Palacete Dom João VI, de 1916, que receberá exposições; e um edifício moderno, que abrigava equipamentos da Polícia Civil e foi transformado na Escola do Olhar, cuja proposta é formar professores e alunos a partir da conjugação de arte e educação. Com 15 mil metros quadrados, sendo 2,4 mil de área expositiva, o museu será aberto ao público no dia 5 de março. Quatro exposições simultâneas poderão ser visitadas: “Rio de Imagens: uma paisagem em construção”; “O colecionador: arte brasileira e internacional na coleção Boghici”; “Vontade construtiva na Coleção Fadel”; e “O abrigo e o terreno – Arte de sociedade no Brasil”.

Fonte: http://www.rj.gov.br

Quarto navio entregue à Transpetro tem mulheres no comando

Texto e foto: Agência Petrobras

MostrarImagem  A Transpetro recebeu nesta quinta-feira, 17 de janeiro, no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ), o navio de produtos Rômulo Almeida, quarta embarcação do Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef) a entrar em operação. Pela primeira vez, um navio da Marinha Mercante brasileira será comandado por duas mulheres, as oficiais Hildelene Lobato Bahia e Vanessa Cunha.

Com 183 metros de comprimento e 48 mil toneladas de porte bruto, o navio Rômulo Almeida tem capacidade para transportar 56 milhões de litros de derivados de petróleo. O navio foi concluído com um índice de nacionalização de 72%.

“A indústria naval brasileira está entrando em ritmo de linha de produção, com entregas de navios em série. Já são sete navios lançados ao mar e quatro deles em operação”, afirmou, em seu discurso, o presidente da Transpetro, Sergio Machado. O Rômulo Almeida é o quarto navio entregue pelo programa em um prazo pouco superior a um ano.

Os navios de produtos Celso Furtado e Sérgio Buarque de Holanda e o petroleiro João Cândido são as embarcações do Promef já entregues à Transpetro. Três outros navios, o petroleiro suezmax Zumbi dos Palmares, o navio de produtos José Alencar e o panamax Anita Garibaldi foram lançados ao mar para os acabamentos finais.

A paraense Hildelene Lobato Bahia, que será a comandante do Rômulo Almeida, foi a primeira mulher brasileira a atingir o posto mais alto da hierarquia da Marinha Mercante. A carioca Vanessa Cunha será a sua imediata. Na cerimônia, Hildelene recebeu a bandeira do Brasil, para ser hasteada no navio, da diretora geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), Magda Chambriard. A bandeira da Petrobras foi entregue a Vanessa pelo diretor de abastecimento da companhia, José Carlos Cosenza. Sergio Machado entregou o Diário de Bordo para o chefe de máquinas do navio, Raimundo Gomes Pereira.

Por volta das 12h15, o navio Rômulo Almeida deixou o cais do Estaleiro Mauá para a sua primeira viagem. A embarcação levará nafta petroquímica do Rio para o Terminal de Madre de Deus (BA).

Com investimento de R$ 10,8 bilhões na encomenda de 49 navios, o Promef impulsionou o ressurgimento da indústria naval brasileira. O Brasil já tem a quarta maior carteira mundial de encomendas de navios. O setor naval emprega hoje 62 mil pessoas. No início do século, eram menos de 2 mil. O Promef tem como principal premissa reativar o setor naval em bases modernas e mundialmente competitivas. Com a escala gerada pelo volume de encomendas, o programa viabilizou três estaleiros: o Atlântico Sul e o STX Promar, em Pernambuco, e o Rio Tietê, em Araçatuba (SP), que vai construir 100 embarcações para o Promef Hidrovia. Este é um projeto pioneiro que utilizará o potencial logístico da Hidrovia Tietê-Paraná para transportar etanol.

A Transpetro lançou um hotsite sobre o navio Rômulo Almeida com informações detalhadas sobre a embarcação. Clique aqui para acessá-lo.

 

Rômulo Almeida

Rômulo Barreto de Almeida nasceu em Salvador em 18 de agosto de 1914, formou-se em Direito, mas dedicou sua vida profissional ao planejamento econômico. Integrou a assessoria econômica do Presidente Getúlio Vargas, em seu segundo mandato, e deu importante contribuição para a criação de grandes estatais brasileiras, como a Petrobras e o Banco do Nordeste. Ocupou cargos públicos de destaque em governos e empresas e foi professor em importantes instituições de ensino, como a Escola Brasileira de Administração Pública da Fundação Getúlio Vargas (Ebap/FGV) e a Escola de Comando e Estado Maior da Aeronáutica. Era diretor de planejamento da área industrial do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), quando faleceu, em 23 de novembro de 1988, em Belo Horizonte. Foi casado com Francisca Aguiar Almeida, com quem teve três filhos.

 

Etapas da construção de um navio

Segundo tradição da indústria naval mundial, a construção de um navio tem cerimônias que marcam etapas fundamentais das obras: o corte da primeira chapa de aço, o batimento de quilha, o lançamento ao mar e a entrega ao armador.

É importante ressaltar, sobretudo, a diferença entre o lançamento ao mar e a entrega ao armador:

Lançamento ao mar – Depois de concluída a edificação do casco, o navio é batizado e lançado ao mar, para os acabamentos finais. O lançamento libera o dique para o início das obras de uma nova embarcação. O navio em construção é transferido para o cais do estaleiro.

No cais, são feitas as obras de acabamento, as interligações dos vários sistemas e os últimos testes em equipamentos. Antes da entrega, o navio é geralmente levado de novo ao dique, para a limpeza do casco. Por fim, são feitas as provas de mar – viagens de curta duração que testam o desempenho geral da embarcação.

Entrega – Após a conclusão de todas as obras e testes, o navio é certificado por uma sociedade classificadora independente e entregue ao armador, para o início das operações.

Fonte: http://www.riocapitaldaenergia.rj.gov.br

Uma é pouco? Brasiliense lança ensaio com duas musas nuas

Ao lançar ensaios de musas nuas há um ano, o Brasiliense apostou e viu a audiência do site do clube aumentar mais de dez vezes. Empolgado, o Jacaré inovou e publicou neste domingo um produto ainda mais ousado. Se uma era pouco, agora são duas beldades nuas juntas para animar os internautas que acessam a página do time do Distrito Federal. Kelly Holiver e  Keli Cristina fazem um duelo de xarás simulando uma luta de MMA. As fotos (publicáveis) deste combate podem ser vistas abaixo.

Na volta do clássico Campista, Goyta bate Americano nos acréscimos

Apagado a maior parte da partida, atacante do Goyta, Clodoaldo define o jogo

Goyta-x-Cano

Não poderia ser de outro jeito. Muita emoção, raça e gols no clássico campista entre Goytacaz e Americano. Um jogo marcado pela correira dos dois times, show das torcidas e sustos, ingredientes que serviram para abrilhantar o fim de tarde campista.

Tonico-PereiraO jogo terminou com a vitória do Goytacaz, por 2 a 1, sobre o rival Americano.

O jogo aconteceu no Estádio Ary de Oliveira e Souza, o Aryzão, que como não poderia ser diferente, estava com sua capacidade máxima de espectadores.

O técnico do Goytacaz, Zaluar, não fez mistério e confirmou a escalação do Goytacaz para o clássico contra o Americano, que será realizado neste sábado, às 17h, no Estádio Aryzão, em Campos, pela estreia da Série B do Carioca. As duas equipes não duelam oficialmente há pouco mais de 10 anos.

No primeiro minuto o Americano abriu o placar, com o gol de Laerte, deixando o jogo ainda mais nervoso. Por causa da chuva, o nível técnico não era dos melhores, e aos 19 minutos o Goytacazes empatou.

Aos 26 minutos do segundo tempo da partida, um lance curioso assustou os presentes. Após se chocar com um adversário, o atacante Laio, do Goytacaz, chegou a desmaiar em campo.

A ambulância de plantão no local precisava passar pelo portão principal para ter acesso ao gramado e retirar o jogador. No entanto, a chave do cadeado do portão havia desaparecido. Desesperados, os policiais militares que faziam a segurança da partida tiveram que arrombar o cadeado com cassetetes para permitir a entrada da ambulância.

Apesar do susto, o atacante se recuperou do desmaio e foi levado para o hospital apenas para a realização de exames complementares.

Goyta-x-cano-4

O árbitro da partida, Marcelo de Lima Henrique, recomeçou o jogo, e aos 40 minutos da segunda etapa, marcou um pênalti para o Goytacaz, o atacante Clodoaldo cobrou e perdeu.

Seis minutos depois, cruzamento da direita, e ele, o baixinho Clodoaldo, que havia perdido pênalti minutos antes, de peixinho virou a partida para o Goytacaz. Fantasia de vilão no chão, e o centroavante, logo na estreia diante do maior rival, sai como o grande herói da equipe da Rua do Gás. Fim de jogo: 2 a 1 para o Goytacaz.

Engavetamento na BR 101 com 4 vítimas envolve 5 veículos; dois incendiaram

Cena impressionou a quem passava pelo trecho Campos/Vitória, próximo a Morro do Coco

GEDSC DIGITAL CAMERA

Mais um grave acidente marcou as estatísticas da BR 101 na tarde deste sábado (02), em Campos. O acidente envolveu quatro carros de passeio e um caminhão, próximo ao distrito de Morro do Coco, no trecho Campos/Vitória, e deixou quatro pessoas feridas. A cena impressionou a quem passava pelo local. Dois dos carros de passeio pegaram fogo após a batida.

Os carros envolvidos foram: um Corolla, um Sandero, um Fiesta, uma caminhonete D-20 e um caminhão.

A Polícia Rodoviária apura duas versões. A primeira foi apresentada por um dos motoristas. Ele disse que uma ultrapassagem num ponto não permitido fez com que o acidente fosse desencadeado. A outra dá conta de que o motorista do caminhão Volvo de placa DPF- 8517- Osasco( SP) não percebeu quando os carros diminuíram a velocidade em razão de obras que estão sendo realizadas na rodovia e os atingiu. Dois carros saíram da pista e pegaram fogo. A cena  impressinou a quem passou pelo local.

 

As vítima foram encaminhadas para o Hospital Ferreira Machado.

Homem mata três e fere ex-mulher em chacina em C. de Macabu

Sobrevivente foi trazida para o Hospital Ferreira Machado, em Campos. Ela é ex-companheira do acusado da chacina

 cátia macabuConceição de Macabu amanheceu de luto neste domingo. Uma chacina foi registrada na cidade na noite deste sábado. De acordo com a Polícia, três pessoas da mesma família foram assassinadas duas mulheres e um jovem e outra mulher ficou ferida.

Segundo ainda a Polícia, o autor foi o ex-marido de uma das vítimas. O caso ocorreu no bairro Vila Nova, na casa de Mariza Alves dos Santos de Moraes, de 59 anos. O acusado Cristiano Maurício de Castro atirou e matou, inicialmente, a filha de Mariza e sua ex-cunhada, Simone dos Santos, de 39 anos, e seu filho Marcelo dos Santos Silva, de 17 anos. Em seguida, atirou e matou sua ex-sogra Mariza. Cristiano atirou, por último, em sua ex-companheira Catia dos Santos, mas esta sobreviveu. Catia foi atendida inicialmente num hospital de Conceição e Macabu e em seguida foi trazida para o Hospital Ferreira Machado, em Campos.

A Polícia faz buscas para tentar prender Cristiano.