Sesi-SP não brinca em quadra, bate o Praia e chega à semi da Superliga

Postado em

Superior, time de São Paulo esquece derrota do segundo jogo, se impõe diante da torcida mineira e com placar de 3 a 0, vai enfrentar o Rio

Praia Clube x Sesi-SP 3º jogo da quarta (Foto: Fabiano Rodrigues)
Sesi-SP devolve derrota por 3 sets a 0 ao Praia e
chega à semifinal (Foto: Fabiano Rodrigues)

O Sesi-SP está nas semifinais da Superliga Feminina de Vôlei. Na noite desta segunda-feira, o time paulista bateu o Praia Clube, no ginásio G2, em Uberlândia. Em grande noite de Tandara, maior pontuadora da partida, com 22 pontos, a equipe fez 3 sets a 0, com parciais de 25/19, 25/17 e 28/26, em 1h56m de jogo. O Sesi-SP fechou a série em 2 a 1 e agora disputa com o Rio de Janeiro uma vaga na final da competição nacional. Dani Lins foi eleita a melhor jogadora da partida e recebeu o troféu Viva Vôlei.

O clima de decisão tomou conta do G2 logo que a bola subiu. Ginásio lotado, torcidas animadas e vaga para a semifinal em disputa. O Sesi-SP dominou o jogo no começo do primeiro set aproveitando os erros de ataque do Praia Clube. Com a pontaria afiada de Elisângela e Tandara, a equipe paulista abriu 11/7. As uberlandenses deram o troco no bloqueio, fundamento bem executado por Angélica, e buscou o empate. A etapa seguiu equilibrada por mais alguns rallys, mas o Praia voltou a pecar no ataque e o Sesi-SP retomou as rédeas da partida até fechar o set em 25/19.

O equilíbrio prevaleceu no segundo set por pouco tempo. Mais uma vez as paulistas foram mais eficientes nas jogadas de ataque. Tanto pelas pontas quanto pelo meio, O Sesi-SP levou a melhor sobre a marcação do Praia. Tandara não se intimidou com os gritos da torcida e foi implacável nas cortadas. Já pelo lado do Praia, Dany Scott e Dayse, peças importantes na partida anterior, não foram tão efetivas. Com tranquilidade, o Sesi-SP fez 25/17, em 33 minutos de jogo.

Galeria - Praia Clube x Sesi-SP (Foto: Alexandre Arruda/CBV)Sesi-SP conquista uma das vagas da semi da Superliga ao fazer 2 a 1 na série melhor de três
(Foto: Alexandre Arruda/CBV)

No terceiro set o Praia foi para o tudo ou nada e  reagiu na partida. O time conseguiu emplacar boas jogadas e, com dois aces da levantadora Juliana Carrijo, fez 12/5. Mas, as donas da casa passaram por um momento de desequilíbrio e deram brechas para a recuperação do Sesi-SP, que virou o jogo, com grande atuação de Tandara. Vendo o Praia perto da derrota, a torcida fez o G2 tremer e impulsionou a equipe na retomada da dianteira do marcador, em 22/18. Quando a vitória parecia encaminhada, Tandara recolocou o Sesi-SP na partida e o placar ficou em 24/24. Mais experiente, o Sesi-SP selou a vitória em 28/26 e garantiu vaga nas semifinais da Superliga.

Fonte: http://glo.bo/ZiZVFn