Vocalista do Charlie Brown Jr é encontrado morto em SP

Postado em

Chorão estava no apartamento onde morava, em Pinheiros.
Causa da morte ainda não foi divulgada.

O vocalista da banda, Chorão, misturou rimas nos intervalos das músicas (Foto: Leo Paiva/Divulgação)
Chorão durante apresentação da banda
(Arquivo: Leo Paiva/Divulgação)

O vocalista da banda Charlie Brown Jr, Alexandre Magno Abrão, o Chorão, foi encontrado morto em seu apartamento na Rua Morás, em Pinheiros, na Zona Oeste de São Paulo, na madrugada desta quarta-feira (6). Ele tinha 42 anos.

Chorão foi encontrado desacordado pelo seu motorista, que acionou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A unidade de resgate constatou que ele já estava morto. A Polícia Militar disse ter recebido um chamado às 5h18 para “verificação de morte natural em um apartamento”. Chorão morava no oitavo andar do edifício.

Por volta das 6h30, policiais civis e militares e peritos estavam no prédio do cantor. O delegado Luiz Romani, do 14º Distrito Policial, em Pinheiros, disse que ainda não é possível dizer a causa da morte do vocalista. A causa será determinada pela perícia. Romani disse apenas que Chorão estava sozinho em seu apartamento e que o caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O delegado não informou se havia marcas de tiros e vestígios de drogas no apartamento de Chorão.

O cantor e o letrista liderava a banda que foi formada e estabelecida na cidade de Santos, no litoral de São Paulo, na década de 1990. Em 15 anos de carreira, a banda lançou dez discos, segundo o site oficial do grupo. O grupo vendeu 5 milhões de cópias. Além de vocalista e letrista, Chorão era o responsável pelo direcionamento artístico e executivo da banda. Em 2004, o álbum “Tâmo aí na Atividade” foi premiado com o Grammy Latino. No ano passado, o grupo lançou o álbum “Música Popular Caiçara”, com destaque para a música “Céu Azul”.

Cantor foi encontrado morto em seu apartamento, em Pinheiros (Foto: Letícia Macedo/G1)
Cantor foi encontrado morto em seu apartamento,
em Pinheiros (Foto: Letícia Macedo/G1)

Chorão foi o único integrante do Charlie Brown Jr que esteve em todas as formações da banda. O apelido é da adolescência. Quando ele ainda não sabia andar de skate, ficava apenas olhando os amigos. Um deles virou para Chorão e disse para ele “não chorar”. A alcunha pegou.

Paulistano, Chorão adotou a cidade de Santos desde a juventude, onde criou o Charlie Brown Jr.

Roteirista do filme “O Magnata”, já realizado, e do longa metragem “O Cobrador”, em andamento, como empresário administrou marcas de skate e viabilizou a realização de grandes eventos de skate no Brasil, além de manter o Chorão Skate Park em Santos.

O próximo show da banda estava marcado para o dia 22 de março, em Campo Grande, no Rio de Janeiro.

Fonte: http://glo.bo/XO8vwK