Campos lança vacina contra catapora nesta segunda

Postado em

Município que tem o maior Programa de Imunização do país, Campos mais uma vez sai na frente e passa a disponibilizar gratuitamente a vacina contra a varicela (catapora) para crianças com idades entre 18 meses e três anos. O lançamento da vacina pela prefeita Rosinha Garotinho, o vice-prefeito Doutor Chicão e o secretário de Saúde, Geraldo Venâncio, acontece nesta segunda-feira (11), às 20h, no auditório da Sociedade Fluminense de Medicina e Cirurgia. Na ocasião, o infectologista pediátrico e diretor do Instituto de Pediatria da UFRJ, Edmílson Mingowski, apresentará a conferência “A importância da vacinação contra a varicela no Brasil”. A imunização começa no dia seguinte (terça-feira, 12), na Sala de Vacina da Secretaria de Saúde.

O secretário de Saúde destaca a importância da vacina contra a catapora integrar o calendário municipal de imunização, uma vez que se trata de uma doença infecciosa altamente transmissível e que vários surtos foram registrados em Campos, com mais de 100 internações anuais e a possibilidade de morte de um paciente a cada 100 internados.

– Em 2010, nossa Vigilância Epidemiológica iniciou o bloqueio da doença nas creches do município, utilizando o Programa Saúde na Escola (PSE) para imunizar da doença cerca de três mil crianças por ano. Com a medida, reduzimos em mais de 50% o número de notificações antes verificado no período da sazonalidade da doença, de julho a novembro, e não tivemos mais surtos de catapora em Campos -, explicou Venâncio.

O superintendente de Saúde Coletiva e da Vigilância Epidemiológica, Charbell Kury conta que, embora seja uma doença com melhora relativamente rápida, a varicela pode provocar complicações, com necessidade de internação e risco de óbito, em até 15% das crianças infectadas. “Em São Paulo, em 2003, houve um enorme surto da doença, com mais de 60 mortes. Além disso, quem já teve a catapora não vai ter novamente, mas fica exposto a um quadro da reativação do vírus no futuro, que evolui para a doença de Herpes Zostes, com grandes complicações em adultos, idosos e pacientes imunodeprimidos”.

Meta – A meta do município é imunizar da catapora 15 mil crianças por ano. A imunização será feita na Sala de Vacina da Secretaria de Saúde e pelas equipes do PSE, nas visitas periódicas das unidades móveis a escolas e creches. O município pagará R$ 60 por cada dose da vacina. A imunização é efetivada com a dose única da vacina.

O secretário de Saúde explica porque a vacinação será para crianças com mais de 18 meses de vida e idade inferior a três anos. “A faixa etária da imunização é a indicada hoje pelo Ministério da Saúde, porque a maior produção de anticorpos contra a catapora se dá em crianças com mais de um ano e seis meses e, por outro lado, mais de 60% dos óbitos consequentes da doença ocorrem em crianças de até três anos. Além disso, queremos aproveitar o momento em que os pais levam os filhos de 18 meses de idade para vacinar contra a Hepatite A, para garantir a imunização contra a varicela”, concluiu o secretário de Saúde.