Começa vacinação contra catapora em Campos

Postado em

O vice-prefeito Doutor Chicão; o secretário de Saúde, Geraldo Venâncio, e o superintendente de Saúde Coletiva de Campos, Charbell Kury, acompanharam o primeiro dia de vacinação contra a varicela (catapora) nesta terça-feira (12). Vários pais levaram os filhos com idades entre 18 meses e 3 anos para receber a dose única da vacina que previne da catapora, doença que nem sempre é benigna e que, se agravada, pode levar à morte. A vacina foi lançada pela prefeita Rosinha Garotinho na noite de segunda (11).
vacinação contra catapora
Chicão falou da meta do município. “Queremos vacinar todas as crianças dessa faixa etária e a meta é imunizar 15 mil por ano. Como médico pediatra, posso dizer que quem já tratou uma criança com encefalite, pneumonia ou outras complicações da catapora sabe a importância de ter essa vacina incluída no Programa Municipal de Imunização, que é o maior do Brasil e o mais completo do mundo, segundo avaliação de especialista em imunologia, o infectologista chefe do Setor de Infectologia Pediátrica do Instituto de Pediatria e Puericultura Martagão Gesteira (IPPMG) da UFRJ, Edimílson Migowski, que ministrou a palestra “A importância da vacinação contra a varicela no Brasil”. E mais uma vez Campos sai na frente em matéria de imunização, sendo a primeira cidade no Estado do Rio a oferecer, gratuitamente, a vacina contra varicela, que custa cerca de R$ 120 em clínicas particulares”, falou o vice-prefeito.

A vacinação contra a varicela ou catapora, como é conhecida, será realizada, diariamente, na Sala de Vacina de Secretaria de Saúde, de 8h às 17h, e periodicamente em creches do município pelas equipes do Programa Saúde na Escola (PSE). O calendário do PSE, com a nova vacina, ainda está sendo formulado. O secretário de Saúde lembrou que o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, já havia destacado Campos como modelo a ser seguido em matéria de imunização.

Sobre a importância da disponibilização da vacina contra a catapora, os pais foram unânimes em opinião: “Não poderia acontecer coisa melhor”, disse Sabrina Silva Fernandes, mãe de Ana Beatriz, de 3 anos idade, que foi vacinada por Doutor Chicão. “A gente fica tranquila sabendo que os filhos estão livres das doenças e prevenir é sempre melhor do que remediar”, falou a mãe.

Elisângela de Menezes Balbi, mãe de Ana Laura, de 2 anos e 11 meses, disse que é um alívio ter a vacina de graça: “Fiquei muito feliz, porque eu não tinha condições de comprar a vacina, que na rede particular é muito cara”, contou.

O custo da vacina também era uma preocupação de Jane Garrido, avó de Victor Hugo, de 1 ano e 11 meses de idade. “Assim que soube que a Saúde tinha liberado uma nova vacina contra varicela, trouxe logo meu neto para vacinar. Chegando aqui, eu fui saber que varicela é o mesmo que catapora e a pediatra tinha orientado para dar essa vacina ao meu neto, mas na rede particular o preço era de R$ 120 a R$ 170 reais e nós não estávamos podendo pagar. Graças a Deus, ele agora está imunizado”, agradeceu a senhora.