Papa pede aos argentinos que façam caridade em vez de ir a Roma

Postado em

Em carta, Para Francisco agradece ainda as orações e afeto que recebeu.
Jorge Mario Bergoglio foi eleito pontífice pelos cardeais nesta quarta (13).

Da EFE

Perfil de Papa Francisco (Foto: AP)O então cardeal Jose (Foto: AP)

O Papa Francisco expressou nesta quinta-feira (14) seu desejo de que os bispos, sacerdotes, religiosos e “todo o povo argentino” lhe acompanhem durante sua missa inaugural na próxima terça-feira (19) “com algum gesto de caridade para os mais necessitados” em vez de viajar para Roma.

Em carta transmitida pelo núncio apostólico, Emil Tscherrig, a todas as dioceses da Argentina, o Papa solicita aos fiéis de seu país que “continuem com essa proximidade espiritual tão apreciada acompanhando-a com algum gesto de caridade para os mais necessitados”.

O pontífice agradece, além disso, “as orações e as expressões de carinho, de afeto e de caridade que recebeu” do povo argentino.

O secretário de Comunicação Pública e porta-voz presidencial, Alfredo Scoccimarro, confirmou hoje que a governante argentina, Cristina Kirchner, assistirá em Roma à missa inaugural de Francisco como sumo pontífice.

Com ela viajará uma delegação composta pelo chanceler Héctor Timerman; o presidente da Corte Suprema, Ricardo Lorenzetti; a cúpula da Igreja argentina e uma grande representação parlamentar.

Fonte: http://glo.bo/ZRYgsZ