Mais um corpo é achado e número de mortos em Petrópolis chega a 31

Postado em

Três corpos foram encontrados nesta quinta-feira (21) e buscas continuam.
Temporal de domingo (17) causou deslizamentos na Região Serrana.

Equipes dos Bombeiros trabalham na busca de desaparecidos no bairro Quitandinha (Foto: Maria Valente)Equipes dos Bombeiros trabalham na busca de desaparecidos no Quitandinha (Foto: Maria Valente/Inter TV)

Equipes do Corpo de Bombeiros de Petrópolis, Região Serrana do Rio,  encontraram mais um corpo na tarde desta quinta-feira (21) e o número de vítimas confirmadas da chuva de domingo (17) na cidade chegou a 31. As informações foram divulgadas por meio de nota enviada às 16h30.

O jardineiro José Fernandes tenta encontrar o corpo do irmão (Foto: Maria Valente)O jardineiro José Fernandes tenta encontrar
o corpo do irmão (Foto: Maria Valente/Inter TV)

Familiares de desaparecidos acompanham de perto o trabalho das equipes do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Exército. Por volta das 8h45, os bombeiros encontraram o primeiro corpo desta quinta, a 29ª vítima, o de um homem adulto, dentro de um córrego no bairro Quitandinha. Por volta das 11h, outro corpo, ainda não identificado, foi achado.

O jardineiro José Ventura Fernandes espera que um dos corpos encontrados seja o do irmão, Pedro Ventura Fernandes, que morava na Vila São Joaquim, na Rua Espírito Santo. “Estou sem dormir desde domingo. Já enterrei dois sobrinhos e uma cunhada, vítimas do desamento na Vila São Joaquim. Agora tento achar meu irmão”, declarou, emocionado.

Segundo o jardineiro, ele já havia conversado com o irmão sobre o local que ele morava com a namorada, de nome Cristina, também deseparecida. “Falei com o Pedro que aquele local era de risco, que ele devia sair de lá, porque sempre quando chove há desabamentos naquela área. Mas não adiantou. Ele gostava de morar lá e acabou morrendo onde gostava”.

Três vítimas enterradas
Os corpos dos irmãos João Vitor, de 2 anos, e Rodrigo de Oliveira Vargas, de 4, foram sepultados às 10h desta quinta-feira, no Cemitério Municipal de Petrópolis, junto com a mãe,  Drucilaine Alves Luminato, de 31 anos, a 28ª vítima, que morreu na quarta-feira (20), no hospital onde estava internada desde o temporal. O marido dela e pai das crianças segue na unidade.

Fonte: http://glo.bo/11oMf11