Colisão entre três carros deixa feridos na BR-356

Postado em

Três carros se envolveram em um acidente grave na tarde deste domingo , na BR-356 , na altura de Martins Lage.

acidente 356

A princípio, foram apresentadas duas versões para o acidente. A primeira delas contada por um homem identificado apenas como Osmar é de que o Santana prata placa KLT- 8194 de Campos seguia no sentido Grussaí. Já no sentido contrário seguia um Gol caixote e logo atrás um Golf que teria feito uma ultrapassagem, mas retornou para pista, dando um leve toque na frente do Gol, que rodou e teve a lateral atingida pelo Santana, que por sua vez também rodou e colidiu com o Vectra prata e placa LBJ-1662 de Campos.

No Santana estavam cinco adultos e duas crianças com idade de dois meses e sete meses. O bebê de dois meses foi arremessado para fora do veículo. Já o outro, que estaria no colo de Osmar, foi segurado.

A outra informação foi apresentada por Áureo dos Santos Oliveira, de 26 anos, motorista do Vectra. Ele disse que seguia de Atafona, em SJB, para Campos. Havia chovido muito minutos antes, mas já estaria amenizando. De repende observou a colisão entre o Gol e o Santana. Este último foi para cima de seu veículo, sem chance para evitar a colisão.

Ainda segundo Áureo, estavam no carro a sua esposa, Márcia Nascimento Silva, e os enteados Albert e Thais Nascimento Silva, de 13 e 16 anos, respectivamente, além de irmã Rejane dos Santos Oliveira.  Já no Gol havia duas pessoas ainda não identificadas.

Todos os feridos foram socorridos e levados pelo Corpo de Bombeiros Militar para o Hospital Ferreira Machado, com exceção do bebê de dois meses e sua mãe que foram socorridos por um ônibus que passou pelo local.

A Polícia Rodoviária Federal explicou que somente ouvindo todos os envolvidos será possível apurar o que realmente aconteceu, assim como os responsáveis pelo acidente. Ressaltou ainda que dois veículos envolvidos, o Santana e o Vectra estavam com os pneus bastante gastos e que os primeiros minutos da chuva são os mais perigosos, já que a água forma uma película misturada à sujeira do asfalto, aumentando o risco de aquaplanagem. A PRF não confirmou o envolvimento de um Golf no ocorrido.